Mês: outubro 2017

Herpes Tipo 1 e Tipo 2

O Herpes tem duas formas de surgimento muito comuns, e muito difundidas, mesmo que de forma leiga, a depender da região onde ocorre o aparecimento da infecção. Separadamente são conhecidos como Herpes labial e Herpes genital.

Trata-se de uma condição na qual acontece uma infecção através de vírus, e diferentemente do que se imagina, pode aparecer em qualquer lugar do corpo, apesar de formas mais comuns afetarem os lábios e genitais.

Como surge o Herpes

O Herpes aparece principalmente em pessoas que tiveram contato direto com as feridas expostas em alguma pessoa infectada e que está com a condição ativa. A contaminação também pode ser dar por outros meios, como usar algum objeto que teve contato com as lesões, mas não é uma forma muito comum de contrair o vírus.

Os sintomas tendem a aparecer em até 2 semana após o momento do contato, e logo é preciso esperar um tempo caso haja dúvida se foi contaminado com o vírus.

Existem dois tipos de contaminação pele vírus, sendo portanto o herpes dividido em duas categorias, o tipo 1 e 2, sendo o primeiro mais comum e acredita-se que aproximadamente 90% das pessoas devem ter contato com ele no decorrer da vida, já para o segundo tipo acredita-se que apenas 20% devem ter alguma relação.

Diferença entre o Herpes tipo 1 e tipo 2

O Herpes tipo 1 é o mais conhecido e também aquele onde é mais fácil observar os sintomas em outra pessoa, pois ele costuma se manifestar na região dos lábios ou outro lugar no rosto. Grande parte da população que tem que conviver com o vírus acaba por contrai-lo ainda na fase da infância. Sua principal forma de contágio é através da saliva de alguém que esteja com a infecção ativa. Dentre as suas complicações vale ressaltar a meningoencefalite, que acomete o revestimento do cérebro.

O Herpes tipo 2 é aquele que está mais associado ao envolvimento sexual, portanto, é tratado como uma DST (doença sexualmente transmissível). Apesar de ter sintomas muito incômodos, como também acontece com o primeiro tipo, existem muitos casos do tipo 2 em que a infecção fica latente e, portanto, não manifesta sintomas.

Quais os principais sintomas para saber se é Herpes?

Caso você tenha dúvidas sobre o que apareceu no seu corpo é Herpes, fique atento aos sintomas a seguir, e nunca deixe de recorrer a um médico. Conforme explicado no Protocolo Definitivo para Acabar com a Herpes, os principais sintomas que confirmam a doença são:

  • Pequenas bolhas que podem surgir nas áreas afetadas
  • Episódio de febre, principalmente na primeira que a infecção aparece
  • Aumento dos nódulos linfáticos, principalmente perto das áreas afetadas (virilha e pescoço)
  • Lesões que começam com uma sensação formigamento e queimação.
  • Procurando ajuda médica

Nunca se deve dispensar o auxílio de um médico, e vários podem lhe ajuda com o problema. Na dúvida ou dificuldade de acesso pode procurar qualquer clínico geral para uma primeira opinião, porém os mais indicados são infectologistas, dermatologistas, ginecologistas, urologistas.

A procurar de um médico é principalmente importante pois existem outras doenças que em sua manifestação podem lembrar o Herpes, logo, apenas um especialista tem a real capacidade de distinguir diferentes sintomas, por mais que pareçam similares.

Para mais informações você pode clicar no link abaixo e acompanhar a um vídeo que aborda esse assunto.

Coach de emagrecimento

O emagrecimento tem se tornado cada vez mais uma prioridade para os brasileiros, pois mais da metade da população está acima do peso ideal. A obesidade, além de acarretar diversos problemas de saúde, reduz a expectativa de vida. Apesar da facilidade de obtermos informações nos tempos atuais, emagrecer para muitos ainda é um caminho repleto de dificuldades, principalmente para quem encara o processo por conta própria.

O processo de emagrecimento deve ser iniciado através de uma reprogramação mental e corporal, e uma reeducação emocional. É necessário modificar a forma em que se pensa na comida, para que medos, ansiedade, raivas e frustrações não sejam descontados nela. Uma reeducação alimentar só terá sucesso se as questões emocionais e comportamentais forem resolvidas.

O coach especializado em emagrecimento é o profissional que identifica, analisa e reprograma os aspectos emocionais e comportamentais, auxiliando o início de uma mudança de pensamento. O principal objetivo do trabalho é melhorar a qualidade de vida de forma significativa, pois busca entender os aspectos mais profundos do comportamento humano.

Dessa forma, a perca de peso ocorre de forma prazerosa, e sem a necessidade do uso de medicamentos. O coaching de emagrecimento é um processo que tem início dentro da pessoa, entendendo todo seu funcionamento. O processo desse nicho de coaching não exclui outros métodos, ele é potencializado com um acompanhamento de um nutricionista, de um plano alimentar como o Plano 3×4 e de um educador físico (personal trainer) para cuidar da rotina de exercícios físicos.

16 dicas para emagrecer com coaching: 

Aspectos trabalhados

Compulsão: Acontece quando se come repetidamente para aliviar um sentimento ou sensação. É um dos principais culpados pelo sobrepeso e pela obesidade. É preciso entender a origem da causa.

Padrões familiares e culturais: Comportamentos podem ser aprendidos e reforçados durante o desenvolvimento no âmbito familiar. Algumas pessoas comem muito por terem dificuldade em mudar os padrões alimentares.

Problemas sexuais: É comum identificar em alguns obesos problemas de abusos sofridos na infância, pois no inconsciente, elas buscam evitar novos assédios.

Distorção de tamanho: Alguns afirmam que não estão gordos, que apenas estão fortes ou maiores que as outras pessoas. Essa distorção dá a falsa sensação de segurança.

Prazer em comer: Quando comer passa a ser o único prazer na vida de uma pessoa, outros aspectos precisam ser cuidados com carinho.

Com o processo de coaching é possível identificar e melhorar aspectos internos que são limitantes na corrida pelos objetivos. O objetivo é emagrecer sem sofrimento, e num processo natural de aprendizado, melhorando pensamento e ações.