Categoria: Sexualidade

Acordar de pênis mole pode ser sinal de impotência

Quando a idade começa avançar é comum que os homens comecem a se preocupar com seu desempenho sexual devido ao medo de sofrer algum tipo de impotência, é normalmente quando costumam consultar  um Urologista para um checkup e ver se está tudo ok, esta é uma atitude sábia, mas os homens mais novos também deveriam fazer algo semelhante.

Os homens em geral acordam com uma ereção, se não em todos os dias, pelo menos 1 dia sim e outro não, agora se você é jovem e isto não tem acontecido, pode ser porque algo não está indo bem com seu pênis e por consequência pode indicar um problema sexual.

Acordar de penis mole portanto é um sinal de alerta e você deve estar atento a este tipo de situação, se acontecer raramente, ou seja, bem de vez em quando, então você pode ficar tranquilo. Agora se passar vários dias acordando sem ereção então pode ser sim porque há algum problema que precisa ser tratado.

Em resumo, não é porque você é jovem que não deve se preocupar com sua saúde sexual e não procurar um urologista, o ideal é que faça uma consulta de 2 em 2 anos pelo menos, assim as chances de ter algum problema de impotência serão bem pequenas, pois se algo começar a aparecer o médico pode identificar rápido.

Se você já está acordando de pau mole e ficou preocupado ao ler este artigo, calma, também não precisa entrar em pânico. Na maioria das vezes é fácil de tratar e o problema é causado pela baixa da testosterona como explicado por este especialista:

Mesmo sabendo disto, não tente se tratar sozinho, o recomendado é sempre consultar o médico e não fazer uso de nenhum remédio ou suplemento sem que tenha sido indicado por um profissional da saúde.

Também não tenha vergonha de marcar uma consulta, como já explicado este tipo de problema é mais comum do que se parece e você certamente não será o único a passar por ele, o importante é buscar ajuda e se tratar para resolver o quanto antes.

Herpes Tipo 1 e Tipo 2

O Herpes tem duas formas de surgimento muito comuns, e muito difundidas, mesmo que de forma leiga, a depender da região onde ocorre o aparecimento da infecção. Separadamente são conhecidos como Herpes labial e Herpes genital.

Trata-se de uma condição na qual acontece uma infecção através de vírus, e diferentemente do que se imagina, pode aparecer em qualquer lugar do corpo, apesar de formas mais comuns afetarem os lábios e genitais.

Como surge o Herpes

O Herpes aparece principalmente em pessoas que tiveram contato direto com as feridas expostas em alguma pessoa infectada e que está com a condição ativa. A contaminação também pode ser dar por outros meios, como usar algum objeto que teve contato com as lesões, mas não é uma forma muito comum de contrair o vírus.

Os sintomas tendem a aparecer em até 2 semana após o momento do contato, e logo é preciso esperar um tempo caso haja dúvida se foi contaminado com o vírus.

Existem dois tipos de contaminação pele vírus, sendo portanto o herpes dividido em duas categorias, o tipo 1 e 2, sendo o primeiro mais comum e acredita-se que aproximadamente 90% das pessoas devem ter contato com ele no decorrer da vida, já para o segundo tipo acredita-se que apenas 20% devem ter alguma relação.

Diferença entre o Herpes tipo 1 e tipo 2

O Herpes tipo 1 é o mais conhecido e também aquele onde é mais fácil observar os sintomas em outra pessoa, pois ele costuma se manifestar na região dos lábios ou outro lugar no rosto. Grande parte da população que tem que conviver com o vírus acaba por contrai-lo ainda na fase da infância. Sua principal forma de contágio é através da saliva de alguém que esteja com a infecção ativa. Dentre as suas complicações vale ressaltar a meningoencefalite, que acomete o revestimento do cérebro.

O Herpes tipo 2 é aquele que está mais associado ao envolvimento sexual, portanto, é tratado como uma DST (doença sexualmente transmissível). Apesar de ter sintomas muito incômodos, como também acontece com o primeiro tipo, existem muitos casos do tipo 2 em que a infecção fica latente e, portanto, não manifesta sintomas.

Quais os principais sintomas para saber se é Herpes?

Caso você tenha dúvidas sobre o que apareceu no seu corpo é Herpes, fique atento aos sintomas a seguir, e nunca deixe de recorrer a um médico. Conforme explicado no Protocolo Definitivo para Acabar com a Herpes, os principais sintomas que confirmam a doença são:

  • Pequenas bolhas que podem surgir nas áreas afetadas
  • Episódio de febre, principalmente na primeira que a infecção aparece
  • Aumento dos nódulos linfáticos, principalmente perto das áreas afetadas (virilha e pescoço)
  • Lesões que começam com uma sensação formigamento e queimação.
  • Procurando ajuda médica

Nunca se deve dispensar o auxílio de um médico, e vários podem lhe ajuda com o problema. Na dúvida ou dificuldade de acesso pode procurar qualquer clínico geral para uma primeira opinião, porém os mais indicados são infectologistas, dermatologistas, ginecologistas, urologistas.

A procurar de um médico é principalmente importante pois existem outras doenças que em sua manifestação podem lembrar o Herpes, logo, apenas um especialista tem a real capacidade de distinguir diferentes sintomas, por mais que pareçam similares.

Para mais informações você pode clicar no link abaixo e acompanhar a um vídeo que aborda esse assunto.